Dieta Cetônica

2 semanas ago

Histórico

A Dieta Cetônica, semelhante à dieta das proteínas e do Dr. Atkins, foi muito famosa e causou muita polêmica no final dos anos 90, e até hoje continua gerando discussões.

É mais uma promessa de dieta milagrosa, muito discutida e odiada por profissionais da área da saúde, pois eles abominam a ideia de que algo que mexa tanto com o metabolismo funcione.

Como funciona a dieta cetônica

A dieta cetônica, também conhecida como dieta sem carboidrato, é um regime alimentar que visa a perda de peso, restringindo todos os alimentos ricos em carboidratos (arroz, grãos em geral, leite, frutas, verduras e doces), e são substituídos por alimentos que contenham apenas proteínas e gorduras (carnes, ovos, manteiga, etc).

Qualquer dieta em que o consumo total de carboidratos não ultrapasse 100 gramas pode ser classificada como cetônica.

O princípio das dietas de baixa ingestão de carboidratos é que na falta da glicose, que vem dos carboidratos, o organismo queimaria uma maior quantidade de gordura como fonte de energia.

Se a ingestão de carboidratos é alta, então o organismo não necessitaria queimar gorduras para usá-las como fonte de energia.

Pontos positivos

• Reduz o apetite;
• Não requer cardápio complexo.

Pontos negativos

• O consumo limitado de carboidratos pode levar a um estado metabólico chamado cetose, o qual pode causar: dor de cabeça, fraqueza, desidratação e tontura;
• A ingestão reduzida de fibras alimentares, que geralmente acompanha a dieta cetônica, pode resultar em constipação;
• Elevam os riscos de doença cardíaca;
• Aumentam o risco de ter cálculo renal;
• Aumento do ácido úrico e do colesterol;
• Baixa ingestão de vitaminas e minerais.

Opinião do profissional

De acordo com os princípios de uma alimentação saudável, todos os grupos de alimentos devem compor a dieta diária.

A alimentação saudável deve fornecer carboidrato para nos dar energia, a proteína para formação de tecidos, da gordura para nossa reserva energética, para formação de hormônios e isolante térmico.

Além desses macronutrientes, precisamos de vitaminas e minerais para algumas reações metabólicas. Então nosso organismo está acostumado a usar esses nutrientes com as devidas funções.

Quando falta algum deles, nosso organismo é capaz de supri-los, porém causando danos a nossa saúde.

O ideal é que haja um equilíbrio nesses macronutrientes.

De acordo com os princípios de uma alimentação saudável, todos os grupos de alimentos devem compor a dieta diária.

A alimentação saudável deve fornecer água, carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas, fibras e minerais, os quais são insubstituíveis e indispensáveis ao bom funcionamento do organismo.

A diversidade dietética que fundamenta o conceito de alimentação saudável pressupõe que nenhum alimento específico – ou grupo deles isoladamente – , é suficiente para fornecer todos os nutrientes necessários a uma boa nutrição e consequentemente manutenção da saúde.

Para sua segurança e sucesso da sua dieta, procure um nutricionista.

Enviado Por: Walessa Tahan
Email: walessa@nutricaoemfoco.com.br